Imprudência ciclística

Prezados ciclistas, publico aqui para que repassem para os grupos essa notícia de utilidade pública.

Segunda-feira (11/08), umas 22 h, eu estava na parada do Praia Shopping no sentido Vila de Ponta Negra, quando vi passarem alguns grupos de ciclistas no sentido Nordestão da Av. Roberto Freire. Não sei ao certo o grupo, nem tentei ver, e isso não importa. Mas aconteceu que o sinal na frente do Praia Shopping estava fechado, aquele exclusivo para pedestres atravessarem, quando dois grupos (10 ciclistas cada) passaram A TODO PIQUE pela faixa de baixa velocidade (da direita) em um sinal fechado. Todos os veículos estavam parados, bloqueavam parcialmente a visão para a faixa e os ciclistas não a respeitaram.

Isso não é bom!

PRIMEIRO, por conta da possibilidade de acidentes. Não vinha ninguém, certo. Mas se viesse, seria uma colisão grave, podendo causar danos a ambos, ciclista e pedestre. Sabe aquela situação que não vimos o pedestre e, quando nos damos por conta, ele já está na frente? Pois é. Seria uma colisão muito drástica.
DEPOIS, se o sinal está vermelho, precisamos parar, ou pelo menos diminuir a velocidade por precaução.
Um acidente como esse, se pudermos chamar de acidente, é imprudência das brabas e pode deixar consequências graves. Não queremos, nós ciclistas, e não podemos nos igualar à condição de desrespeito pelos menores no trânsito que todos os dias sofremos em nossas magrelas, quando nos fecham, ou não nos respeitam nas ruas, enquanto pedalamos em nossas idas para o trabalho e retorno para casa.

Precisamos observar que o pedalar é mais que um ato esportivo e descompromissado. O pedalar significa não oprimir, liberar espaço na cidade, não poluir e não gerar, ou diminuir, acidentes. Pedalar, tanto quanto qualquer outro ato, é político, é modificador da realidade e do status quo.

Seja um ciclista mais que legal. Seja um ciclista ativo e consciente de seu ato.

Mais uma vez… Não se trata de saber quem é. Isso não me interessa, mas a mudança do comportamento e a consciência pelo coletivo, pelo menor e o bom andamento nas ruas.

Espero que essa mensagem seja repassada para uma boa maioria dos ciclistas de Natal de maneira pacífica e esclarecedora, não como uma mera crítica descompromissada.

Por respeito a todos os grupos que respeitam.

Abraços e até um encontro ciclístico.

Zé Pescador

Anúncios

Sobre Light fisher

Ainda descobrindo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s